(11) 9 48610050

NO AR

OVERDOSE**

Com ALEX GROOVE

Brasil

Melhore sua Autoimagem

Publicada em 21/01/19 as 13:28h por Sabrina Sampaio / Regiane Domingues - 71 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Rádio Comunidade)

‘’O impacto da imagem pessoal na qualidade de vida’’

2.1 Relações entre autoimagem, autoestima e qualidade de vida

Como se forma a autoimagem?

Se forma através de como o indivíduo se enxerga, seja em relação à sua aparência física ou seu status social, podendo ser até um conjunto desses dois fatores surgido da interação da pessoa com seu contexto social, consequência de relações estabelecidas com os outros e para consigo mesmo. Muitas das mensagens que você recebeu na sua infância com pais positivas e negativas. Que passamos a ter 3 personalidades, ou podemos chamar também de os 3 Eus. Um eu que sou eu de fato. Outro que apresento para os outros. E outro que você esconde.

Como se constrói a autoestima?

Se constrói através de um conjunto de sentimentos e pensamentos do indivíduo sobre seu próprio valor, competência e adequação, que reflete em uma atitude positiva ou negativa em relação a si mesmo está ligado à avaliação do indivíduo por ele mesmo, toda maneira como ele sente diante de seus feitos e relacionamentos, satisfação dele como um todo. Não é estática, pois apresenta altos e baixos, revelando-se nos acontecimentos sociais, emocionais e psíquico-fisiológicos (psicossomáticos), emitindo sinais detectáveis em vários graus.

Qual o impacto da autoimagem na qualidade de vida?

Baixa autoestima e autoimagem negativa podem refletir de forma impactante na saúde psicológica do ser humano, podendo culminar em um diagnóstico de depressão, suicídio, anorexia, bulimia ou até outros transtornos psicológicos.

A moda afeta a autoestima? Como?

Sim. Moda afeta a autoestima quando ela dita o que você deve vestir para pertence ao grupo e na forma como ela reflete no que pensar, mas sobre o que pensar. Às mídias e suas publicidades provocam efeitos sobre o que usa e sua percepção no que diz respeito ao seu corpo, padronizando o culto pela beleza, constituindo assim o que denominar a indústria da beleza, transformando em mercadoria de desejo para melhorar o ego construindo uma dinâmica de modelo estabelecido pelos meios de comunicação que dita moda para a massa.

Vale ressaltar que a relação entre o corpo e a moda e carregada de duplo sentido e tensões, segundo Castro em 2004 na medida em que a moda atua na formatação do corpo ao valorizar determinadas zonas, aumentar ou reduzir volumes corporais, enquanto o corpo, por sua vez limita a moda, impondo os parâmetros objetivos de proporção, volume e medidas para a criação do estilista.

Como consultores de imagem, como vocês poderiam ajudar na construção da autoestima de seus clientes?

A consultoria de imagem te ajuda no desenvolvimento do seu autoconhecimento. É um processo de valorização da sua imagem de acordo com sua identidade, personalidade e estilo. Cada um de nós tem uma beleza única. Exemplo conquistar a confiança interior de quem não tinha o costume de olhar para si, de refletir sobre si mesmo. Reconhecendo quais são os nossos gostos, nossas qualidades e também nossas limitações para se obter o equilíbrio.

2.2. Relação do peso com a autoestima

O peso tem afetado sua autoestima?

Sim, o peso afeta e muita nossa autoestima! Acompanhado de julgamento negativo, a tendência é que nossa autoestima seja afetada negativamente. ... Dessa forma, são geradas crenças negativas que o indivíduo tem de si mesmo. Muitas pessoas desenvolvem uma baixa autoestima, por estarem acima do peso, e isso é extremamente comum.

Primeiramente, é importante aprender a valorizar as suas qualidades físicas e intelectuais; a partir do momento que o seu peso começa a afetar sua saúde, sua vida e autoestima de forma ruim, é bom se preocupar. Porém, o aumento de peso, é uma forma de você boicotar a sua saúde. O seu sucesso depende muito da sua saúde e da sua autoconfiança, pois o desanimo e a tristeza não ajudam a alcançar os objetivos. Por isso, é muito importante que você, de uma vez por todas, mude a alimentação e evite os hábitos ruins. Evite entrar ou permanecer em uma bola de neve: comer alimentos prejudiciais, engordar ou passar para o efeito sanfona, sentir culpa, e descontar na comida. Ou seja, é uma situação ruim desencadeando outra pior.

Qual a diferença entre amor próprio e amor de si mesmo?

Segundo o filósofo Jean-Jacques Rousseau: “Enquanto o homem viver, a fonte de suas paixões, a origem e o princípio de todas as outras, a única que nasce com e nunca o abandona, é o amor de si”. Ele acredita que é uma paixão primitiva, que nasce com o indivíduo, antes de qualquer outro amor e de que as outras paixões obtidas com o tempo, não passam de modificações. O primeiro sentimento descrito é um sentimento capaz de trazer-nos sede de afetividade, o segundo pode trazer-nos hostilidade e ódio.

Ao serem educados desde a sua infância, o indivíduo participa de um processo civilizatório onde será comparado à outra pessoa, o que demonstra que amor de si e amor próprio são teorias extremamente opostas, pois o amor de si mesmo é a construção de um ser na sociedade para que ele obtenha caráter digno e correto, mas ao ser exposto à tanta mentira na sociedade, ele acaba obtendo o seu lado egoísta, ou seja, o amor próprio.

O amor de si é algo natural que obtemos desde o nosso nascimento, não exige nada de nenhuma outra pessoa e é capaz de nos alegrar quando nossas verdadeiras

necessidades são resolvidas e o amor próprio é algo mais egoísta que adquirimos com o tempo e após determinadas circunstâncias e reflexões, aparenta ser um ótimo sentimento, pois quando um indivíduo tem amor-próprio, ele não se sujeita a situações humilhantes ou que causem decepções futuras, mas o amor próprio está em constante comparação com outros seres e exigindo que estes seres, voltem toda sua atenção para nós e esqueça-se do resto do mundo.

Em qual forma de amor se encaixa o cuidado com própria imagem? Justifique?

O cuidado com a própria Imagem encaixa ao cuidado conosco enquanto ser humano dotado de inteligência, emoções, vivências, bagagem social, histórica e cultural. Estamos aqui reportando ao autocuidado, autoestima, auto amor. Nossas escolhas continuam sendo nossas e cuidar da imagem não impede isto, de forma nenhuma, ao contrário! Mas e se soubéssemos quais das nossas escolhas que podem ser aprimoradas, transmitindo mensagens positivas em todos os ambientes que frequentamos? Fica a dica.

2.4. Análise do questionário

Foi feito uma pesquisa questionário abordando situações de análise de imagem pessoal de três entrevistadas de 23,37 e 54 anos relacionando sua formar de vestir nesse caso através da numeração da roupa nessa pergunta duas das entrevistas alguma vezes pensa na numeração apenas um disse que sempre. Quando perguntado sobre sentir rejeitada por outras pessoas por sua aparência duas responderam quase sempre e uma algumas vezes. Quando perguntado sobre cirurgia plástica como opção duas quase sempre só uma respondeu algumas vezes. Com que frequência analisa a composição das calorias dos alimentos as respostas tiveram variação desde algumas vezes, quase sempre e sempre quando questionada sobre a ansiedade causada ao pesar e com que frequência pesa todas responderam quase sempre. Considerando a possibilidade de tomar medicamentos para ajudar perde peso as respostas foram diferentes de algumas vezes, quase sempre e sempre. Quando perguntei sobre sua dedicação e tempo para elas para melhora sua imagem teve desde algumas vezes, quase sempre e sempre. Se levar em conta a opinião dos outros para tomar decisão todas quase sempre e quando questionada sobre acredita em si para tomar decisões duas sempre apenas um quase sempre se desiste quando encontra dificuldade em tomar decisões pessoais duas responderam algumas vezes só uma quase sempre e como costuma suportar situações ditada pelo ambiente quase sempre apenas uma sempre e para finalizar se elas procura saber seus pontos negativos sempre todas. Resumindo a imagem e tudo e como ela interfere positivamente e negativamente dependendo de como e observado.

3.CONCLUSÃO

Neste trabalho tivemos como objetivo avaliar aspectos como qualidade de vida, autoestima, autoimagem corporal e as percepções de saúde. Os questionários e o artigo mostraram que os hábitos e a visão da sua imagem perante ao que escutaram tem grande influência em sua vida. A melhor maneira de trabalhar essa imagem e ajudando a se aceitar perante ao espelho fazendo mudanças simples o simples fato de começa já e o primeiro gesto de coragem para se ter resultados satisfatórios. A ajudar com profissionais competente a melhora e ainda melhor perante ao resultado da descoberta da sua aceitação e as pazes com sua autoimagem e autoestima quando em harmonia seu casamento e fechamento.

No mundo competitivo em que vivemos, a aparência se tornou um cartão de visitas. Somos julgados e analisados não só pelo que somos capazes, mas também pelo que aparentamos ser, ou seja, uma aparência descuidada pode influenciar na imagem que as pessoas têm de você.

O julgamento que fazemos de nós mesmos também é fundamental e afeta o modo como encaramos a vida, seja de modo positivo ou negativo. Nesse sentido, a autoestima desempenha um importante papel no trabalho, convivência familiar, relacionamento amoroso e amigos. Quando a nossa autoestima está em baixa, cuidar da aparência é um importante alternativa para nos sentirmos melhor e nos dar energia positiva para o dia a dia.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário
Enquete
QUAL SERVIÇO BÁSICO MAIS CARENTE NA REGIÃO DO CAPÃO REDONDO?

 SAÚDE
 EDUCAÇÃO
 SEGURANÇA
 TRANSPORTE







.

LIGUE E PARTICIPE

(11) 948610050

Copyright (c) 2019 - Rádio Comunidade - Uma iniciativa sem fins lucrativos do INSTITUTO CEDESC para o desenvolvimento social e cultural.